A história do Profeta Jonas e a grande misericórdia do nosso Deus - Mensagem Evangélica da Palavra de Deus



1 E orou Jonas ao Senhor, seu Deus, lá das entranhas do peixe;
2 e disse: Na minha angústia clamei ao senhor, e ele me respondeu; do ventre do Seol gritei, e tu ouviste a minha voz.
3 Pois me lançaste no profundo, no coração dos mares, e a corrente das águas me cercou; todas as tuas ondas e as tuas vagas passaram por cima de mim.
4 E eu disse: Lançado estou de diante dos teus olhos; como tornarei a olhar para o teu santo templo?
5 As águas me cercaram até a alma, o abismo me rodeou, e as algas se enrolaram na minha cabeça.
6 Eu desci até os fundamentos dos montes; a terra encerrou-me para sempre com os seus ferrolhos; mas tu, Senhor meu Deus, fizeste subir da cova a minha vida.
7 Quando dentro de mim desfalecia a minha alma, eu me lembrei do Senhor; e entrou a ti a minha oração, no teu santo templo.
8 Os que se apegam aos vãos ídolos afastam de si a misericórdia.
9 Mas eu te oferecerei sacrifício com a voz de ação de graças; o que votei pagarei. Ao Senhor pertence a salvação.
10 Falou, pois, o Senhor ao peixe, e o peixe vomitou a Jonas na terra.

Jonas 2:1 a 10

A história do Profeta Jonas é basicamente uma história sobre o perdão e sobre a incrível misericórdia do nosso Grande Deus e Senhor.

O Senhor pediu para que Jonas fosse até a cidade de Nínive avisar aos seus habitantes que eles deveriam mudar de vida e deixar de fazer o mal e agir com injustiça que até então eles estavam praticando.

Jonas não obedeceu ao Senhor e ele resolveu fugiu para longe só para não ter que fazer o que Deus lhe havia pedido. Isso ele fez pensando que o Senhor não o acharia ou que o Senhor deixaria a coisa do mesmo jeito. Triste engano. Não podemos nos esconder do Senhor. Não há nenhum lugar ou situação que o nosso Deus não possa estar presente. Não tem como o homem fazer alguma coisa sem que Deus saiba. Ele é soberanamente onipotente.

Jonas acreditava em Deus. Ele sabia perfeitamente que o que ele estava fazendo era uma coisa errada. Ele sabia que fugir não era uma coisa certa a ser feita, mesmo assim, Jonas persistiu no erro. E nós? Não fazemos a mesma coisa?

Quantas e quantas vezes o Espírito Santo de Deus toca nos nossos corações para que façamos isso ou para que façamos aquilo e nós acabamos sufocando a inspiração do Espírito Santo nas nossas vidas e não damos o merecido crédito que tudo aquilo que é divino merece ter nas nossas vidas.
Nós acabamos fazendo isso porque muitas vezes permitimos que o nosso coração seja contaminado e endurecido pelas preocupações e coisas do mundo, isso quando não somos simplesmente tomados pelo medo e pela preguiça. A mesma coisa aconteceu com o Profeta Jonas.

Jonas sofreu as conseqüências dos erros dele. Jonas foi lançado ao mar. Entretanto, o Senhor não o abandonou a própria sorte. Mesmo tendo o profeta Jonas agido errado demonstrando rebeldia e falta de fidelidade, O Senhor ordenou que um grande peixe o engolisse. Jonas foi salvo pelo peixe e ele ficou ali no ventre da criatura por três dias e três noites.

Quando Jonas se viu cercado e encarcerado ele orou a Deus. Jonas orou e clamou ao Senhor e, o Senhor, misericordiosamente o resgatou e o salvou da morte.  

Deus resolveu falar novamente com o Profeta Jonas e, dessa vez o profeta não vacilou e foi imediatamente para Nínive proclamar o que o Senhor havia dito.

Deus não desistiu de Nínive e enviou o profeta Jonas para que ele proclamasse a transformadora Palavra do Senhor. O senhor pediu para que o profeta Jonas dissesse a população de Nínive que a cidade toda deveria se converter e abandonar imediatamente os seus maus caminhos. Por causa da pregação do profeta Jonas, toda a cidade se arrependeu e converteu-se aos bons caminhos do Senhor, inclusive o rei.

Depois do arrependimento e da conversão da população de Nínive, o que os livrou da certeira destruição, o Profeta Jonas ficou irado por que Deus não destruiu a cidade conforme ele havia proclamado aos habitantes.

O homem é assim mesmo, ele tem uma memória muito curta. O homem gosta de receber a misericórdia, o perdão do Senhor, mas não gosta de dar o perdão ao próximo.

Quando o homem vê um irmão errar logo ele começa a julgar e, tem aquelas pessoas que tomam a posição de magistrado e chegam até a condenar os irmãos ou irmãs. Nessa hora é muito fácil bancar o juiz e se esquecer que um dia também nós necessitamos da Graça e da misericórdia do nosso Deus e Senhor.

Devemos ter sempre em mente que existem muitos irmãos e irmãs que se encontram presos nas cadeias do inimigo e que por causa disso são completamente envolvidos pela ignorância e pelo erro, fazendo com que eles caiam com mais facilidade nos muito pecados e erros da vida.

Com esse episódio é importante notar que o nosso Deus procurou mostrar ao profeta Jonas, e pra nós também, que a misericórdia e o perdão dEle são imensos e que sempre estarão disponíveis a todos os filhos e filhas que fizerem por merecer promovendo nas suas vidas um verdadeira conversão  e mudança de vida.

Amém e graças Deus.

PESQUISE AQUI

PESQUISE AQUI

PESQUISAR NESTE BLOG

Carregando...

GRÁTIS - MENSAGENS DE FÉ NO SEU E-MAIL

VEJA TAMBÉM

COMO COLAR?

CURSOS GRATUITOS

JUNTE-SE A NÓS NO G+

SIGA-NOS E RECEBA AS NOSSAS ORAÇÕES

Translate

CURSOS GRATUITOS